Notícia

Pretende empreender? Veja quais os principais desafios

sábado, 06 de abril de 2019

O mundo do empreendedorismo é fascinante e, ao mesmo tempo, bastante desafiador. Não é nada fácil seguir esse caminho, pois vários são os obstáculos a serem ultrapassados para que você consiga uma carreira de sucesso. As dificuldades podem ser ainda maiores em um país como o Brasil, pois temos um sistema tributário complexo, além de muita burocracia que envolve, até mesmo, o processo de abertura de um estabelecimento.

Sendo assim, antes de decidir abrir o seu próprio comércio e se tornar um empreendedor é preciso estar ciente dos desafios que vêm pela frente. Um bom empreendedor não é apenas aquele que tem grandes ideias para o seu comércio e sabe planejar bem como executá-las. Um dos seus diferenciais é saber driblar os imprevistos e encontrar soluções para problemas comuns no cotidiano da sua empresa, como:

  • Gestão de pessoas;
  • Administração do seu fluxo de caixa;
  • Saber a hora certa de expandir o seu negócio;
  • Lidar com burocracias;
  • Estar em dia com suas obrigações legais, etc.

Gestão de pessoas e liderança

Um dos principais problemas do empreendedor de primeira viagem será justamente a gestão de pessoas, bem como desenvolver um perfil de liderança para motivar os seus colaboradores. Isso é bastante comum, principalmente entre aqueles que sempre trabalharam para outras pessoas e decidiram partir para o seu próprio estabelecimento. E não pense que a gestão de pessoas é um problema apenas de quem está começando, mesmo os mais experientes com empresas e negócios já consolidados passam por dificuldades envolvendo esse tema.

O aperfeiçoamento de lideranças é fundamental para ter uma boa gestão de pessoas na sua instituição. Esse é um tema muito importante para a expansão de qualquer empreendimento, pois será essencial ter pessoas de confiança liderando os seus colaboradores juntamente com você. Cada setor precisa de um líder.

Para que o seu estabelecimento tenha líderes será necessário otimizar ações voltadas ao desempenho dessas pessoas. Após encontrar possíveis candidatos a líderes será preciso monitorá-los, de forma a descobrir quais as características e competências devem ser melhoradas. Um bom início é elaborar treinamentos e capacitação para o desenvolvimento e aprimoramento de tais competências e características.

Outra dica fundamental é estimular a responsabilidade, bem como autogestão nesse colaborador. Ele precisa saber que o negócio depende diretamente de suas ações no dia a dia do ambiente de trabalho. Além do conhecimento técnico, o bom líder também deve ter boas habilidades interpessoais e de relacionamento.

Burocracia e impostos

É fato que o Brasil é um dos países com mais burocracia em todo o mundo. Apenas o processo de abrir o seu próprio estabelecimento pode levar alguns meses, por exemplo. A depender do seu tipo de segmento será preciso, inclusive, do auxílio de assessorias contábil e jurídica.

Entretanto, se você começar como um pequeno empreendedor saiba que há uma alternativa bem interessante e muito menos burocrática para começar sua carreira. Trata-se do programa Microempreendedor Individual (MEI) desenvolvido pelo governo federal com o objetivo de estimular o setor de microempresas. Essa modalidade permite, por exemplo, receber o seu CNPJ, imediatamente, por meio da internet, além de contar com um sistema tributário muito mais simples.

Outro desafio que, com certeza, estará presente na sua vida de empreendedor são os impostos, bem como o complexo sistema tributário brasileiro. Esse é um dos principais motivos para desistência ou falência, além de atrapalhar o crescimento do comércio. Nos casos mais complicados podemos citar as grandes corporações e, nessa situação, o melhor a fazer é ter ao seu lado uma boa equipe contábil capaz de auxiliar e garantir o cumprimento de todas as exigências tributárias.

Para micro e pequenas empresas as coisas são um pouco mais simples, haja vista o sistema de tributação MEI e Simples Nacional, respectivamente. Nesses casos apenas um bom contador já é necessário para que você fique por dentro de todas as suas obrigações legais. A escolha de um desses modelos também é fundamental e se dá logo depois de definir o seu tipo de negócio. Tome bastante cuidado, pois a escolha errada do modo de tributação pode ser o grande vilão contra o desenvolvimento do seu estabelecimento.

Nicho de atuação

Optar pelo nicho de atuação precede a montagem do seu empreendimento, porém é um dos maiores desafios na sua vida de empreendedor. A escolha errada significará um fracasso mais do que certo logo à frente. Por isso, essa seleção deve ser feita com o maior cuidado possível e assessorada com muita informação, pesquisa de mercado e análise de dados. Um dos principais erros é decidir por uma área que você tem certa simpatia - todavia, saiba que isso não significa que você será automaticamente bom naquilo.

Mas como evitar tomar o caminho errado? Como citado acima, essa decisão deve estar embasada com muita informação e pesquisa. Selecione algumas atividades que você gosta bastante de fazer, além de outras nas quais sua competência técnica é algo notável para aquela área. A escolha final do seu nicho deve sair de uma interseção a partir desses dois tipos de informações.

Pesquisas de mercado também são muito importantes nesse ponto. Seus projetos diferenciados da concorrência serão inúteis se não houver alguém disposto a comprar o seu produto ou serviço. É preciso saber se há pessoas interessadas na sua ideia. Se existir um bom público-alvo em potencial, então o próximo passo é descobrir o que a concorrência já oferece para essa demanda, quais os pontos que diferenciam o seu negócio dos demais, além de possíveis melhorias para se adaptar aos seus potenciais clientes.

Aqui é possível contratar empresas especializadas em pesquisas de mercado, além de fazer o trabalho por conta própria por meio de ferramentas gratuitas. Uma delas é o Google Trends que disponibiliza nada menos que os assuntos mais buscados na internet. Com uma simples pesquisa para saber aquilo que foi buscado nos últimos 12 meses, você pode constatar a relevância ou não das suas ideias e seus produtos/serviços. O Google Keyword Planner, por sua vez, pode ser usado para encontrar o volume de buscas utilizando palavras-chave.

Gestão financeira

Outro pesadelo bastante comum na vida de muitos empreendedores iniciantes é, justamente, a gestão financeira do seu negócio. Um dos principais destaques está relacionado ao controle do fluxo de caixa. Por meio desse controle você irá monitorar com eficiência todas as suas despesas e receitas operacionais em um determinado período. É por meio desses resultados que você pode projetar resultados, estabelecer metas e se preparar para períodos difíceis, bem como planejar potencializar o seu comércio.

A boa notícia é que, novamente, você poderá recorrer ao auxílio da tecnologia para fazer um controle de fluxo de caixa e gestão financeira em geral no seu empreendimento. Esse é um tema muito importante no início do seu negócio, pois os indicadores financeiros iniciais são essenciais para que você saiba o momento certo de investir em desenvolvimento e crescimento do seu estabelecimento. Algumas das ferramentas mais famosas para pequenas e médias empresas são:

  • Conta Azul: É uma ferramenta nacional e também uma das mais populares no Brasil. Além do controle do seu fluxo de caixa também possui opções para gerenciamento de estoque, gerenciamento de vendas e emite boletos e notas fiscais eletrônicas.
  • QuickBooks: O QuickBooks é um aplicativo destinado à gestão de fluxo da caixa desenvolvida pela Intuit. Bastante indicado para pequenas e médias empresas, dispõe de muitas funcionalidades, dentre as quais podemos destacar relatórios financeiros, suporte para contas bancárias, além da possibilidade de acessar todos os dados da ferramenta por meio do seu smartphone.
  • Nibo: Esse software é destinado ao controle de finanças, além de emissão de boletos bancários e emissão de notas fiscais. Um dos seus diferenciais é a opção de integração com conta bancária, que permite o controle - em tempo real - das finanças.

O empreendedor não é apenas aquele que consegue ter grandes ideias e pensar em modelos de negócios diferenciados. Fica evidente que ele também deve estar preparado para enfrentar todos os desafios que envolvem essa aventura que é o empreendedorismo. Por isso, para ter sucesso e alcançar status será preciso superar esses obstáculos listados aqui e outros mais. Um bom planejamento é sempre essencial para atravessar os problemas no seu cotidiano como empreendedor. Se cercar de colaboradores motivados a crescer junto com você e o seu empreendimento também é algo importante.

Fonte: