Notícia

7 hábitos que irão levar sua empresa à falência

sexta, 26 de abril de 2019
Muitas vezes, o caminho para o sucesso fica mais claro quando paramos para nos perguntar o que NÃO devemos fazer se quisermos chegar lá.

Muitas vezes, o caminho para o sucesso fica mais claro quando paramos para nos perguntar o que NÃO devemos fazer se quisermos chegar lá. Em vez de tentar descobrir o que você precisa fazer para crescer, pense quais atitudes e comportamentos você deve parar de ter para conseguir evoluir. Isso muitas vezes dá bem mais resultado! E para ajudar você nesta missão, eu preparei uma lista com 7 hábitos que você NÃO pode ter se quiser prosperar com a sua empresa (ou na sua carreira!):

 

1) Ficar encontrando desculpas

Enquanto ficar buscando desculpas pelas quais seu negócio não dá certo (economia, mercado, crise, governo, funcionários, Brasil etc.), você estará sempre impotente para agir. Pense que todos aqueles que hoje têm um negócio de sucesso tiveram grandes dificuldades e, se quisessem, também poderiam encontrar uma série de motivos para justificar um suposto fracasso.

Entretanto, é a atitude que os distingue. A partir do momento que você consegue assumir a responsabilidade plena pela situação na qual se encontra, você libera um enorme poder de realização pois deixa de depender de fatores externos e incontroláveis e passa a depender unicamente de si mesmo.

 

2) Aplicar um esforço incansável na estratégia errada

De que adianta tentar correr cada vez mais rápido se você está na direção errada? Tem muita gente que trabalha duro, mas que acaba não chegando longe, pois só isso não é suficiente. Você tem que seguir uma estratégia que funcione! Mas como descobrir essa estratégia?

Indo atrás dela! Uma das maiores maravilhas do tempo em que vivemos é que podemos ter acesso ao conhecimento das mentes mais incríveis de nosso tempo. Não é coincidência que a média de livros lidos por ano de um CEO é muito superior àquela do cidadão comum. O que falta à maioria é o desejo e o empenho em aprender e se desenvolver. Lembre-se de se perguntar periodicamente: estou tendo efetividade em minhas ações? Elas estão gerando resultados? Se a resposta for não, pare e reveja sua estratégia.

 

3) Investir em seus pontos fracos

Peter Drucker afirmou certa vez: “O maior erro que alguém pode cometer é perder tempo tentando corrigir seus pontos fracos em vez de focar em melhorar seus pontos fortes.”. Ele afirmava: “Por que investir tempo e energia em habilidades que você não tem aptidão para, com muito esforço, sair de ‘ruim’ para ‘medíocre’ quando você pode concentrar esse mesmo esforço em seus talentos naturais e sair de ‘bom’ para ‘excelente’?

Como empresário, busque o autoconhecimento para identificar seus pontos fortes, invista neles para alcançar a excelência e vá atrás de pessoas com talentos que complementem os seus para criar uma equipe vencedora.

 

4) Trabalhar sem ter metas claras definidas

Qual é a chance de você atingir um alvo que não enxerga? Ou, pior um alvo que não existe?! Ainda assim, esta é a maneira como muitas pessoas caminham: sem direção. Resolvem problemas o dia inteiro, apagam incêndios o tempo todo, mas não chegam a lugar algum, não avançam rumo a uma meta clara.

Se você não sabe exatamente aonde quer chegar e em quanto tempo, fica muito difícil você ter efetividade em suas ações. Por isso, sempre tenha muito claro quais são suas principais metas a curto, médio e longo prazo.

 

5) Má gestão do tempo e baixa produtividade

No mundo dos negócios o que conta são os resultados que você produz e não a quantidade de horas que você trabalha. Tem gente que passa o dia inteiro em atividades de pouca importância na ilusão de estar “trabalhando bastante” em vez de focar naquilo que realmente importa. Lembre-se: “Movimento não é progresso.”

Isso ocorre principalmente pela falta de clareza de prioridades, de saber quais são aquelas coisas que farão você progredir de verdade em direção aos seus objetivos. Some-se a isso uma péssima gestão do tempo repleta de distrações e você tem a receita perfeita para o estresse e a estagnação.

 

6) Falta de profissionalismo

Sabe aquela “mentalidade tupiniquim” que ainda está infelizmente incrustada em muitos brasileiros como: o Brasil só começa a trabalhar depois do carnaval, o jeitinho brasileiro, a malandragem… pois esse é o tipo de coisa que impede muitas das nossas empresas de progredirem em nosso país.

Tenha em mente uma coisa: o sucesso exige profissionalismo. No mundo moderno não há mais espaço para esse tipo de pensamento atrasado. Portanto, seja pontual nas reuniões, entregue exatamente o que foi combinado, cumpra os prazos… O profissionalismo em tudo na sua empresa, na sua marca, na sua apresentação, nas suas roupas, no seu escritório, no seu atendimento, no seu vocabulário, nas suas atitudes.

 

7) Negligenciar a saúde

Por fim, aqui está algo que se passa desapercebido para muitos até infelizmente que algo mais grave aconteça: trabalhar sem parar e deixar a saúde de lado… Esse é um outro grande erro, pois isso cedo ou  tarde vai cobrar preço muito alto.

É claro que vai haver momentos de crise, momentos que vão exigir que você se dedique de corpo e alma ao seu negócio e isso, invariavelmente, vai fazer com que você acabe dando menos atenção a outras áreas da sua vida, como a saúde, por exemplo. Entretanto, como eu escrevi, são momentos, essa não pode ser a constante na sua vida onde você trabalha 14 horas dia, come mal, dorme mal, não se exercita etc. Lembre-se dessa frase: “Quem não tem tempo para cuidar da saúde, vai ser obrigado um dia a encontrar tempo para cuidar da doença.”

 

Eu poderia falar de vários outros hábitos nocivos aqui, mas a principal mensagem é: obtenha clareza de quais são seus “sabotadores”, aquelas coisas que estão impedindo o seu progresso e tome uma atitude imediatamente para eliminá-los! Eliminando esses sabotadores, você já estará dando um grande passo rumo ao seu sucesso como empresário.

 

 

Paulo Machado

Fonte: Comunidade SEBRAE