Notícia

A dica de Barack Obama para quem quer ser um bom lider

sexta, 31 de maio de 2019
No Brasil, o ex-presidente dos Estados Unidos também falou sobre a importância de não temer o fracasso

O ex-presidente dos EUA Barack Obama está no Brasil e participou, nesta quinta-feira (30), da convenção de varejo Vtex Day. Entre os diversos temas abordados por ele esteve a liderança, a importância da diversidade nas empresas e o medo do fracasso.

Ele usou como exemplo sua experiência na presidência. Apesar dos desafios, Obama diz nunca ter se sentido intelectualmente sobrecarregado pelo cargo. “Eu acredito muito que criei uma boa equipe e confiava nela. Você é tão bom quanto a equipe que consegue construir”, diz ele. "Um bom líder não é quem tem as repostas, eu acho que minha força era ter as perguntas certas. Quando se é presidente, você não pode ser especialista em todos os temas de que tem de tratar, mas precisa fazer as perguntas certas e construir essa equipe"

Essa equipe, segundo ele, também precisa ser o mais diversa possível. "Sempre precisamos ter mulheres na mesa de decisão. Se sua organização só tem homens que se parecem entre si, está provavelmente perdendo informações", afirma. "Todo mundo tem seus pontos cegos. Ouvir pessoas diferentes de você te ajuda a tomar melhores decisões, ajuda a ver o mundo com olhos de outras pessoas."

Apesar de contar com o apoio de várias pessoas, porém, ele teve de lidar com grandes decisões. Com isso, diz ter aprendido a se sentir confortável quanto a decidir "com base nas probabilidades". "Só as questões mais difíceis e que ninguém soube responder chegam ao presidente. Em muitas das minhas decisões, como o ataque ao local onde estava [o terrorista] Osama Bin Laden, ou a tentativa de salvar os bancos da crise [de 2008], eu não podia garantir que dariam certo. Mas eu confiava na minha equipe e no processo que construímos para chegar àquela decisão."

Enfrentar o medo de fracassar também foi um divisor de águas. Esse segundo ele, é o maior desafio para muitas pessoas. "O que me permitiu ser corajoso? Eu falhei antes e sobrevivi. As cicatrizes dos erros são as lições que te dão confiança adiante na vida.", afirmou o ex-presidente.

"Quando decidi concorrer à presidência, muita gente me dizia que não era possível ter um presidente afro-americano. E as pessoas tentam te proteger do fracasso. Eu tinha que dizer, até mesmo para a Michelle, que eu ficaria tudo bem se não desse certo", completou.

Fonte: Pequenas Empresas Grandes Negócios